Ontem pela tarde ensolarada...






... a distância consumiu cada poro de mim....







... o desejo foi tão ardente como o sabor do teu sexo.






©Texto e imagens Luís Conde